Expediente Anunciar Contatos Sábado, 18 de Novembro de 2017

cometa azul

Prata da Casa
Data:01/02/2017 - Hora:14h37
 Prata da Casa
arquivo

A música tocando e o coração a pulsar. Eram os únicos detalhes que ele podia compreender. A  jovem revelação de Mato Grosso do Sul, tem nome: Eduardo Lino Moraes, ou simplesmente Dudu Lino como é conhecido desde tenra idade e já interessado e envolvido no meio musical  através do trabalho de seu pai, Zédu Moraes, proprietário da Focus Vídeo, produtora responsável pela gravação de vários clipes e dvd’s musicais de renomados artistas de Mato Grosso do Sul.

   Dudu Lino  passou a ter certeza de que a música seria seu destino desde muito cedo e toca violão, guitarra e bateria. Iniciando com galhardia sua carreira aos 18 anos com as músicas : “Tô Sofrendo” do cantor e compositor Victor Gregório (da dupla Victor e Vinícius) e “Primeira Classe”, composição dos músicos - Marcello Costa, atual sanfoneiro do cantor Michel Teló / Bruno Silva, violonista da dupla Munhoz & Mariano / e Leandro Rojas. Com produção musical de Marcello Costa.

   Mas não é só isso, junto com a composição veio à oportunidade de gravar um Vídeo Clipe, com produção e direção de fotografia feita por seu pai. Com uma estreia surpreendente, o jovem músico tem orgulho do inicio da sua trajetória, já dividiu palco com grandes cantores em várias cidades sul mato-grossense, como Henrique e Diego (Suíte 14), Victor & Vinícius (gravando Me liga na segunda), Breno Reis e Marco Viola, Evandro Campos e Alex e Yvan(gravando a música Bebendo Outra Vez). Por causa da paixão pelos palcos, para alguém que sempre viveu neste ambiente musical, viver desta arte seria inevitável. Desde os 10 anos de idade, ele alimentava o sonho de se tornar artista e teve em todos os cantores com quem trabalhou a inspiração para alcançar o objetivo.  “Comecei no meio musical razoavelmente cedo. Meu pai com a produtora de vídeo dele e meu irmão que é fotógrafo, sempre trabalharam com vários artistas de renome nacional como João Bosco e Vinícius, Maria Cecília e Rodolfo, Michel Teló entre outros vários nomes conhecidos, e eu sempre ficava observando. Isso me motivou, me levou a tomar gosto pela arte já que sempre vivi a música”, contou numa conversa informal. Pretendo até combinar para que ele grave uma música de minha composição, pra saber se  o axé,o ritmo de carnaval e o sertanejo universitário também tem coração apaixonado e romântico.

   Sua música dançante , tem cheiro de pele, parece que vem na mente aquele perfume do ultimo abraço e aperta a saudade, a vontade de mandar um recado ou de ligar a pessoa amada, depois de uma briga ou de uma separação, com a música de fundo e pedir pra voltar. E assim é o repertório de Dudu Lino faz o publico não querer parar de dançar.Eclético, brinca com os ritmos transformando o sertanejo em axé e a balada em guarânia, virtude para poucos.

Rosildo Barcellos

Articulista

 

 


fonte: por Rosildo Barcellos

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
panvet
dunga
São matheus
jane
areeira monte verde
Contec Contábil
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites