Expediente Anunciar Contatos Domingo, 19 de Novembro de 2017

unimed serviços credenciados

ZPE já desperta interesse de 19 empresas
Data:26/07/2017 - Hora:20h39
ZPE já desperta interesse de 19 empresas
assessoria

Os secretários de estado das Cidades, Wilson Santos, e de Desenvolvimento Econômico, Carlos Avalone, vistoriaram de perto o andamento das obras de implantação da Zona de Processamento e Exportação de Mato Grosso (ZPE), no município de Cáceres (a 216 km de Cuiabá). Os trabalhos encontram-se na fase inicial com a execução de terraplanagem e no próximo mês devem avançar para próxima etapa, que contempla o início de drenagem e fundação para serviços de alvenaria.

O principal objetivo da fiscalização realizada na tarde de terça-feira (26.07) foi sanar dúvidas sobre o cronograma dos trabalhos no local. De acordo com o engenheiro Pedro Pereira, representante da empresa Primus Incorporação e Construção Ltda., responsável pela obra, a terraplanagem será finalizada até 20 de agosto e então serão iniciados os primeiros passos para construção dos prédios previstos no projeto: guaritas, apoio ao motorista (oficina), administração, Receita Federal e Galpão.

Conforme o secretário da Secid-MT, Wilson Santos, é determinação do Governador Pedro Taques o andamento correto dos trabalhos da ZPE. Além disso, o chefe da pasta afirmou que a fiscalização será intensificada para garantir a qualidade e o cronograma da obra. “O governador Pedro Taques determinou, e estaremos aqui permanentemente para fiscalizar essa obra. É uma das mais importantes obras do Governo e não vamos brincar. Também já avisei a empresa: cumpra com seu compromisso, trabalhe sério e nós faremos os pagamentos corretamente. Porém, se pisar na bola, vamos aplicar todo tipo de punição. Governador Pedro Taques não admite qualquer tipo de brincadeira com essa obra”, disparou Santos.

Durante reunião realizada no escritório instalado no canteiro de obras, o prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz, garantiu o bom andamento da execução dos serviços e solicitou agenda semanal com Secid e Sedec para tratar possíveis pendências e apresentar, juntamente com a empresa responsável, relatório sobre o cumprimento das metas estabelecidas. Na oportunidade o chefe do executivo municipal anunciou que já existem 19 empresas interessadas em se instalar na nova ZPE brasileira. “Vamos continuar trabalhando e cuidando do bom andamento dessa obra, para não permitirmos atrasos na ZPE. Já acordamos com os secretários estaduais para a realização da agenda positivas para sanar dúvidas e estabelecer metas a fim de atrair mais empresas entusiastas para ZPE”, disse.

O secretário Carlos Avalone se disse surpreso com a procura e empolgado para atrair mais empresários à ZPE. “Saio daqui bastante satisfeito em saber que empresas de Mato Grosso, de outros estados e do exterior como, da Argentina, por exemplo, já mostraram interesse em se instalar na nossa ZPE. Temos 19 empresas interessadas. Com as obras estão em andamento, vamos traçar uma agenda positiva para divulgar mais a ZPE de Mato Grosso e atrair mais interessados pra cá”, disse Carlos Avalone.

Também esteve presente na vistoria o deputado estadual Leonardo Albuquerque, representante da região na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Ele agradeceu o empenho do Governo em garantir a construção da ZPE em Cáceres e reafirmou parceria com os executivos municipal e estadual. “A ZPE é uma responsabilidade de todos nós, não pode ser somente de um setor. É a junção de forças entre a prefeitura, câmara municipal, Assembleia Legislativa, Governo de Mato Grosso e comunidade. Ela está dividida em diversas fases e estamos fazendo o dever de casa. É a oportunidade de alavancar a economia da região e do Estado”, disparou.

O secretário Wilson Santos finalizou com a garantia da conclusão da ZPE. “Essa obra vai sair, já está saindo. A população de Cáceres e de Mato Grosso pode ficar tranquila, pois estamos trabalhando diuturnamente para conclusão dos trabalhos”, finalizou Santos.

A ZPE

A ZPE de Cáceres será construída em uma área de 239,68 hectares, dividida em cinco módulos. O espaço terá capacidade de abrigar cerca de 230 indústrias, principalmente das áreas de agronegócio e alimentação. Entre as obras previstas na primeira fase dos trabalhos estão o prédio administrativo da ZPE, um restaurante, o bloco da Receita Federal, um pátio de manobra, além da guarita principal de pedestre, guarita principal de veículos, guarita secundária de veículos e um galpão. Também estão previstas a construção da rede de água, uma Estação de Tratamento de Esgoto, drenagem, além de estação elétrica de estações elétricas.

As Zonas de Processamento de Exportação são distritos industriais que possibilitam a comercialização de mercadorias com isenção fiscal. A escolha de Cáceres para a construção da zona aduaneira deve-se à localização estratégica, que possibilita o transporte dos produtos via Oceano Pacífico.

 


fonte: assessoria

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
água prisma 2
dunga
Contec Contábil
jane
areeira monte verde
São matheus
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites