Expediente Anunciar Contatos Sábado, 18 de Novembro de 2017

vestfapan2018

Recolhidos 17 macacos com suspeitas de febre amarela
Data:26/08/2017 - Hora:06h36
Recolhidos 17 macacos com suspeitas de febre amarela
IMAGEM ILUSTRATIVA

A prefeitura de Cuiabá já recolheu 17 cadáveres de macacos com suspeitas de febre amarela neste ano, cinco somente no mês de agosto. Um dos casos, no bairro Nova Esperança, inclusive já foi notificado como positivo da febre amarela. Apesar disso, a Secretaria Municipal de Saúde confirma que há mais de 20 anos não registra sob suspeita ou confirmado da doença no Sistema de Informações de Agravos de Notificação, do Ministério da Saúde. 

A secretaria aponta ainda que dos animais recolhidos dois resultaram negativo, dois estavam em estado de decomposição, impossibilitando a coleta de material para diagnóstico, um deu resultado detectável e aguarda resultado final, dois tiveram resultado não detectável e nove casos aguardam investigação laboratorial. Esta sendo feito monitoramento das áreas consideradas críticas a fim de localizar e recolher os cadáveres de macacos suspeitos de Febre Amarela. 

A Secretaria de Saúde de Cuiabá está reforçando o chamamento da população para que compareça às unidades de saúde a fim de regularizar seus cartões de vacinação quanto à febre amarela. Segundo a pasta, o município é considerado área afetada, ou seja, existe circulação viral para febre amarela e a vacina é a medida mais importante para prevenção e controle da doença. 

A prefeitura confirmou ainda que com a localização do primeiro animal morto, foi feita a intensificação das ações de orientação da população, bloqueio vetorial com bomba costal motorizada - combatendo também os focos de dengue, Zika e Chikungunya -, vacinação da população, monitoramento e investigação epidemiológica e atualização do cartão de vacinação na região Sul da capital e Zona Rural. 

A vacina contra a febre amarela é a medida mais importante para prevenção e controle da doença. A recomendação do Ministério da Saúde é de que seja feita prioritariamente nas áreas com risco de transmissão e que os municípios afetados ampliem a cobertura vacinal da população alvo, cuja faixa etária vai de nove meses de idade até as pessoas com 59 anos, 11 meses e 29 dias. 

Para tirar dúvidas da população em relação à vacinação, a SMS de Cuiabá disponibilizou o telefone 3617 7309 e, para que a população possa comunicar casos de macacos doentes ou mortos, a Vigilância em Zoonoses tem os telefones, 3617 1689 ou 3617 1683. 

A febre amarela é transmitida apenas pela picada dos mosquitos, tanto nas pessoas, como nos macacos. Os principais sintomas da doença são dores de cabeça, febre, perda de apetite, náuseas, vômito e dores musculares, principalmente nas costas.


fonte: Diário de Cuiabá

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
água prisma 2
dunga
areeira monte verde
Contec Contábil
São matheus
jane
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites