Expediente Anunciar Contatos Domingo, 19 de Novembro de 2017

maxnet

Francis diz que ainda é cedo para definir candidatura e projeta Cáceres para 2045
Data:04/09/2017 - Hora:14h42
Francis diz que ainda é cedo para definir candidatura e projeta Cáceres para 2045
Sinézio Alcântara

O prefeito Francis Maris (PSDB) diz que ainda é cedo para definir possível candidatura; afirma que o Plano Anual de Saúde, não foi plagio, mas sim uma seleção de boas ideias. Sobre as obras em andamento no município, salienta que embora estejam em ritmo lento, estão avançando. E que a população tem motivos para comemorar. Em perspectiva futuras, enfatiza que irá deixar um projeto para os próximos gestores, consolidado para até o ano de 2045, o chamado “Cáceres 20+25”. Veja mais no quadro Entrevista da Semana.

1 – JE. Na semana passada, prefeitos e vice-prefeitos do PSDB do Estado, se reuniram com o governador Pedro Taques, para definir estratégias visando as eleições de 2018. O que foi definida nessa reunião?

Francis Maris – Tratamos de assuntos do partido, da situação política e econômica do país, das dificuldades que o país o estado e o município vêm enfrentando. Também discutimos possíveis nomes para as próximas eleições.  Onde foi frisada a possível reeleição do governador Pedro Taques e também a candidatura a senador do deputado Nilson Leitão. Mas, é óbvio que todos têm o direito de postular candidaturas. Está muito cedo para se decidir, em função dos efeitos da delação premiada. Até lá muitos nomes poderão surgir como novas opções.

2 – JE. O senhor encaminhou, recentemente, à Câmara Municipal, o projeto de Lei da Reforma Organizacional da Prefeitura, propondo a criação de novas secretarias e a renomeação de outras. Apesar de o projeto ser aprovado, o senhor ainda não o colocou em prática. Como se explica isso?

Francis Maris – Desde o primeiro mandato, estamos implantamos uma nova forma de administrar a prefeitura. Os gargalos eram muitos e as mudanças são necessárias para acompanhar uma gestão que vai garantir a sustentabilidade do município. A nova estrutura organizacional aprovada pelos vereadores, vem consolidar a gestão. Mas a implantação será gradativa, como diz a própria lei, até porque estamos na segunda metade do Exercício de 2017 e mexe em todo o Planejamento e Orçamento. Por tais motivos administrativos, que vamos alterar gradativamente até que se inicia 2018.

3 – JE. O MP determinou, recentemente, a suspensão do teste seletivo da Secretaria de Saúde, por indícios de irregularidades. Como a administração explica essa situação? Será feito no teste?

Francis Maris – O Ministério Público está fazendo o seu papel e deve ter o seu entendimento, o qual nós respeitamos, mas estamos fazendo a nossa defesa em cima do questionamento do MP dessas supostas irregularidades no processo seletivo. No nosso ver, não ocorreram irregularidades. Caberá a justiça decidir se está tudo correto ou corrigir o que estiver errado.

4 – JE. No mês de junho, a secretária Evanilda Costa do Nascimento, assinou um Programa Anual de Saúde (PAS) plagiado do município de Santo Antônio da Patrulha, interior do RS, e o encaminhou para ser aprovado pelo Conselho de Saúde. O senhor pretende validar o PAS? Que o senhor pretende fazer nesse caso?

Francis Maris – Francis Maris – No nosso entendimento não houve plágio no Plano Anual de Saúde apresentado pela secretaria. O que deve ter ocorrido é uma avaliação de vários planos de outros municípios para definir àqueles projetos e ações que possuem viabilidade de aplicação em Cáceres dentro da nossa realidade. Por um erro de grafia, ocorreu erro técnico mantendo o nome do município gaúcho. Mas as políticas de saúde são voltadas para o município de Cáceres, até porque o sistema é único (se referindo ao SUS).

5 – JE. Há poucos dias, o senhor e o deputado doutor Leonardo se reuniram com o governador Pedro Taques, para avaliar algumas obras do governo em Cáceres. Entre elas: a ZPE, cujo contrato foi cancelado com a empresa Primus; a recuperação do asfalto da Avenida Tancredo Neves, que está a passos de tartaruga assim como a pavimentação da MT 343 e a entrega das casas do Residencial Vila Real que já foi protelada várias vezes. O que senhor tem a dizer à população sobre essas obras?

Francis Maris – Todos estamos carecas de saber que o ex-presidente da República e a ex-presidente Dilma afundaram o país deixando mais de 15 milhões de desempregados. Afundou a economia do país, a corrupção tomou conta do governo do PT e com isso prejudicando os estados e os municípios. As obras em Cáceres estão em ritmo lento, mas o contrato com a empresa Primus não foi cancelado como dizem. Ela continua trabalhando e nós estamos cobrando mais agilidade. Com relação a avenida Tancredo Neves, os trabalhos também continua e está faltando a parte de projeto de drenagem que não havia e nós exigimos que a reforma tivesse também as galerias de águas pluviais, senão o asfalto não aguentaria. Sobre a MT-343, os serviços continuam sendo realizados, não com a velocidade que gostaríamos, mas está avançando.

6 – JE. De hoje a um mês de três dia, exatamente, em 6 de outubro, Cáceres, comemora 239 aniversário de fundação. Teremos o que comemorar?

Francis Maris – Sim. Teremos muito que comemorar. Por exemplo, em 2012 o município era um dos últimos municípios do estado, ocupando posição 137ª na gestão. Hoje ocupamos a 66ª posição. Segundo dados do Tribunal de Contas do Estado a gestão do município melhorou muito. Todos os ranking de Saúde, de Economia e de Educação o município apresentaram avanços para melhor. Portanto, temos muito a comemorar neste 6 de outubro. Se Deus quiser teremos mais obras, mais asfalto e melhores estruturas de saúde e educação para a população. Já estamos programando uma grande programação para o ano de 2018, em que comemoraremos 240 anos de fundação.

7 – JE. Diante do atual quadro econômico do país que perspectivas teremos para o futuro?

Francis Maris – O município de Cáceres é visto hoje no estado de Mato Grosso em outros lugares do Brasil como o município que mudou. E, a população tem reconhecido. A prova foi a nossa reeleição com quase 70% dos votos. Mesmo diante da crise estamos trabalhando a duras penas, com medidas de austeridade cada vez mais. Estamos em parceria com a Unemat realizando recadastramento dos imóveis e levantamento dos valores venais para regularização fundiária. Também estamos atualizando o Plano Diretor, o Código de Obras e Posturas, continuando com trabalho de informatização da prefeitura para gerar controles e gestão. Temos um projeto chamado Cáceres 20 + 25 que significa planejando Cáceres para os próximos 25 anos. Quando deixarmos o governo em 2020 ficarão planejadas as obras de infraestrutura até 2045. Também na parte organizacional da prefeitura estamos planejando para que todos os processos sejam informatizados, com sustentabilidade, com menos papel e mais célere nas respostas a população com maior brevidade e eficiência.


fonte: Sinézio Alcântara

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
água prisma 2
dunga
jane
areeira monte verde
Contec Contábil
São matheus
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites