Expediente Anunciar Contatos Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

ceaf pitágoras

Três locais impróprios para banho em MT
Data:16/09/2017 - Hora:11h41
Três locais impróprios para banho em MT
Dinalte Miranda

Balanço da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema/MT) divulgado esta semana aponta que dois rios de Mato Grosso estão impróprios para recreação ou banho. As amostras analisadas das águas apontaram classificação imprópria do Rio Cuiabá em dois locais, na Comunidade São Gonçalo, em Cuiabá e em Bonsucesso em Várzea Grande. O outro rio impróprio é Rio Paraguai no município de Barra do Bugres. 

A classificação imprópria ocorre quando a concentração de presença de coliformes fecais está acima dos limites estabelecidos na legislação. O estudo mostra que com relação aos locais Comunidade São Gonçalo e Bonsucesso, desde o início da realização da verificação da balneabilidade desses pontos, eles apresentam classificação imprópria para recreação, sendo a Comunidade São Gonçalo desde 2007 e Bonsucesso desde 2003. 

No município de Chapada dos Guimarães, em todos os pontos coletados obteve-se classificação própria, Cachoeira da Martinha, Cachoeirinha, Lago do Manso (Marina do Altair) e Cachoeira dos Namorados. Entre os rios considerados próprios para banho estão ainda Ponte de Ferro, Praia do Pari, Comunidade Coxipó do Ouro, Balneário Soberbo (Coxipó Açu). Rio Claro, Rio Mutuca, Passagem da Conceição, Praia de Santo Antônio, Praia das Veredas. Além de Praia das Embaúbas, Rio Bugre, Praia Nortefly, Diamantino – Usina, Alto Paraguai – Catira, Rio Garça - Praia Arara e Rio Araguaia - Praia Quarto Crescente. 

“No local Rio Paraguai em Barra do Bugres, notou-se uma deterioração da qualidade da água em relação à medição do ano anterior, em que o local foi considerado ‘Própria – Muito boa’. Em 2017 o local passou a ser considerado impróprio para banho. O acompanhamento sistemático da balneabilidade nos próximos anos poderá apontar se este resultado mostra uma tendência efetiva de piora na qualidade da água neste local”, confirma trecho de estudo. 

Segundo a secretaria, considerando as diversas variáveis intervenientes na balneabilidade dos corpos d’água e sua relação com a possibilidade de risco à saúde dos banhistas, é recomendável evitar a recreação de contato primário (balneabilidade) nos locais que foram classificadas como impróprios. 

A dica é optar por frequentar locais de recreação cujos corpos de água tiveram sua qualidade avaliada através do exame de balneabilidade e sejam consideradas próprias. Além de evitar o banho após a ocorrência de chuvas de maior intensidade; evitar ingestão de água destes locais sem o devido tratamento. E ainda redobrar a atenção para as crianças e idosos, que são os mais sensíveis e menos imunes que adultos e comunicar a SEMA qualquer evento ou circunstância que possa levar à dúvidas quanto à manutenção da condição de balneabilidade de qualquer recurso hídrico utilizado para recreação de contato primário. 

LEVANTAMENTO - Segundo resolução do CONAMA (Conselho Nacional de Meio Ambiente) as águas são consideradas próprias quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras obtidas em cada uma das cinco coletas realizadas, no mesmo local, houver no máximo 800 NMP (Número Mais Provável) de Escherichia coli por 100 mililitros. E ainda podem ser subdivididas em Excelente, Muito boa ou Satisfatória. E impróprias, quando tiver a ocorrência do não atendimento aos critérios estabelecidos para as águas próprias. 

São consideradas impróprias ainda amostragem superior a dois mil Escherichia coli por 100 mililitros, incidência elevada ou anormal, na região, de enfermidades transmissíveis por via hídrica, indicada pelas autoridades sanitárias. Presença de resíduos ou despejos, sólidos ou líquidos, inclusive esgotos sanitários, óleos, graxas e outras substâncias, capazes de oferecer riscos à saúde ou tornar desagradável a recreação, entre outros. 

Ao todo foi analisada a qualidade da balneabilidade dos 23 pontos de amostragem analisados no estado de Mato Grosso. O estudo foi realizado entre os dias 19 de junho e 08 de agosto. Foram contemplados municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Chapada, Santo Antônio, Barra do Bugres, Rosário Oeste, Nortelândia, Alto Paraguai, Diamantino e Barra do Garças. 

 


fonte: Aline Almeida

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
água prisma 2
panvet
São matheus
prisma 2
jane
Contec Contábil
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites