Expediente Anunciar Contatos Sexta-feira, 27 de Abril de 2018

unimed serviços credenciados

Eliene descarta candidatura à deputada; demonstra interesse em concorrer a prefeita
Data:18/12/2017 - Hora:15h04
Eliene descarta candidatura à deputada; demonstra interesse em concorrer a prefeita
arquivo

Presidente do PSDB municipal, a vice-prefeita Eliene Liberato Dias, descarta a intenção de concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa, em 2018. O seu projeto político foca essencialmente em uma eventual disputa pela prefeitura do município. A revelação foi feita ao Jornal Expressão pela própria vice-prefeita. Ela entende que tem “know-how” para a função em razão de estar na administração municipal há vários anos, inclusive, como vice-prefeita em dois mandatos consecutivos.

Eliene afirmou que vem sendo “pressionada” pela direção estadual do partido, para que coloque seu nome à disposição. Porém, assegura que esse não é o seu projeto político. “Existem muitos comentários a esse respeito e por isso venho sendo pressionada pela direção estadual do partido. Mais isso está fora de cogitação. Se houver apoio, principalmente da população, estarei disposta a concorrer a prefeito, até mesmo, para dar continuidade a essa administração que está dando certo”.

Ao optar por uma eventual candidatura a prefeita, em detrimento, a deputada, Eliene diz que por ter amplo conhecimento da administração, por onde passou por várias secretarias e por estar vice-prefeita por dois mandatos consecutivos, lhe dá uma certa vantagem. “Não que isso seja garantia. Mas, creio que tenho certo conhecimento do funcionamento da administração pelos cargos que ocupei” explica.

Sem citar nomes, a vice-prefeita diz que o partido, em Cáceres, tem vários filiados com perfil para a disputa à deputado. “Nomes, certamente, não vão faltar. Temos essa vantagem no município” explicou. Embora não nomine, Eliene Liberato se refere, principalmente, aos vereadores Cláudio Henrique Donatone e Césare Pastorello, ambos que já demonstraram interessa por uma eventual candidatura.

O posicionamento da vice-prefeita em revelar que não será candidata a deputada pode alterar, em alguma situação, o desenho político do município. No cômputo geral, no entanto, não haverá grandes mudanças.

O deputado Adriano Silva, atualmente no PSB, deve deixar o partido da base aliada do governador Pedro Taques (PSDB) para se filiar, possivelmente, ao DEM, PTB ou PTD. Ele diz que avalia essa situação. “Estamos avaliando os convites feitos pelo DEM, PTB e PDT. Vou me filiar ao partido onde eu possa ter maior representatividade para ajudar Cáceres”.

Vice-líder do governo na Assembleia Legislativa, o deputado doutor Leonardo (PSD) se mantém no partido e, consequentemente, na base aliada do governo Pedro Taques.

Ele só ainda não decidiu, publicamente, se sairá candidato a reeleição à deputado estadual ou se lança candidatura a federal. O prefeito Francis Maris Cruz e várias outras lideranças políticas regionais, defendem o lançamento de candidatura de doutor Leonardo a deputado federa. O  suplente de deputado federal Túlio Fontes (PSB) sairá candidato a deputado estadual. Mas, a exemplo de Adriano, também deve deixar o partido da base aliada do governador.

A chamada “Frentinha” formada pelos partidos PT, PV, PC do B e Solidariedade, acenam com a possibilidade de lançar duas candidaturas: a do empresário Omar Veggi a deputado federal pelo PC do B e a do ex-secretário municipal James Cabral, pelo PT.


fonte: Sinézio Alcântara

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
glamour 2
água prisma 2
areeira monte verde
jane
prisma 2
São matheus
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites