Expediente Anunciar Contatos Sexta-feira, 20 de Julho de 2018

cometa dia dos namorados

Deputado Adriano afirma que Estado tem a obrigação de efetuar os repasses ao Hospital Bom Samaritano
Data:13/1/2018 - Hora:17h04
Deputado Adriano afirma que Estado tem a obrigação de efetuar os repasses ao Hospital Bom Samaritano
assessoria

O deputado estadual Adriano Silva (PSB) tenta agendar uma reunião com o secretário estadual de Saúde, Luiz Soares, na próxima semana. Com a retomada do trabalho legislativo na terça-feira (16) para votar as contas do governo, o parlamentar retorna de Cáceres para Cuiabá e tentará reverter junto ao Executivo a paralisação do Hospital Filantrópico Bom Samaritano, de Cáceres.

A paralisação foi motivada por uma dívida acumulada em R$ 500 mil, desde março, período durante o qual não houve transferências de recursos pelo governo do Estado, apesar da continuidade da prestação de serviços pela entidade. A dívida acumulada é relativa a tributos não pagos e salários atrasados de prestadores de serviços.
Nessa quinta-feira (11), o deputado se reuniu com a direção da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat) para discutir parceria entre a instituição educacional e o hospital filantrópico, que possui 32 leitos e é considerado referência no tratamento de hanseníase. “A Unemat tem curso de Medicina e Enfermagem, então começamos uma mesa redonda de técnicos, para dar um novo direcionamento ao Hospital e não ficar só no tratamento de doenças de pele e hanseníase”.

Para o deputado Adriano Silva, é importante o hospital ampliar a prestação de serviço e o governo reconhecer a importância do trabalho prestado, liquidando o débito acumulado pela entidade com o atendimento à população da região de Cáceres.  “Depois que venceu o contrato (com o governo), eles continuaram gerando obrigações, porque estavam em tratativas de um novo contrato. Então, o Estado tem a obrigação de efetuar os repasses”, argumenta.

De acordo com a assessoria da Secretaria Estadual de Saúde (SES), durante dez meses foram efetuados repasses ao Hospital Bom Samaritano, em valores mensais de R$ 50 mil, conforme convênio vigente e que foi cumprido até fevereiro de 2017. “Para manter a continuidade dos repasses teria que ser assinado novo convênio e isso está sendo apurado junto à secretaria-adjunta de Políticas e Regionalização”, informou a SES, via assessoria de imprensa.

Mais paralisações - Os hospitais filantrópicos Santa Helena, Hospital Geral e Santa Casa de Cuiabá decidiram paralisar os atendimentos para novos pacientes nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI's) a partir da próxima segunda-feira (15). A Santa Casa de Rondonópolis também deverá paralisar seus serviços nos próximos dias, devido a falta de repasses por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e também ausência das contrapartidas da SES.


fonte: assessoria

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
água prisma 2
Juba Supermercados
jane
areeira monte verde
São matheus
prisma 2
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites