Expediente Anunciar Contatos Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

fapanvest2018

Campanhas deste ano ganham reforço com financiamento coletivo
Data:18/05/2018 - Hora:09h56
 Campanhas deste ano ganham reforço com financiamento coletivo
arquivo

Os candidatos nas eleições em outubro deste ano ganharam um reforço após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dar aval, na última terça (15), no financiamento coletivo por meio de sites de arrecadações, no inglês 'crowdfunding', através de pessoas físicas.

O financiamento coletivo para campanhas foi aprovado pelo Congresso Nacional na última reforma eleitoral (Lei nº 13.487/2017), e surgiu como uma nova modalidade para arrecadação de recursos no pleito eleitoral.

Essa alternativa já é utilizada há alguns anos para arrecadar fundos para uma ação social a partir do engajamento de um grande número de pessoas que realizam pequenas doações. A arrecadação online vem crescendo cada vez mais, em meio a muitas plataformas, em Mato Grosso, já está disponível o polikit.com.br para campanhas eleitorais.

De acordo com o consultor político, Cláudio Cordeiro, a legislação eleitoral permite apenas doações com limites de até 10% do valor declarado na Receita Federal no ano anterior. Os valores arrecadados durante o período pré-eleitoral ficarão retidos e só serão disponibilizados aos candidatos após o registro oficial da candidatura.

"Essa iniciativa estimula o cidadão a participar dos processos políticos e é mais uma forma de tentativa ao combate à corrupção. Ela cria um elo, além do voto, entre o eleitor e o político, e tem garantia de transparência para quem contribui. Com o financiamento, você vira um participante direto", diz.

Cordeiro explica que os eleitores que têm o interesse de contribuir no engajamento da campanha, passam por um cadastro - nome completo, valor a ser doado, formas de contato, além de dados para devolução caso haja alguma irregularidade.

"São métodos de segurança que auxilia na identificação do eleitor para com o site. A plataforma é responsável por emitir um recibo e manter o pré-candidato e a Justiça Eleitoral dentro da legislação. O financiamento coletivo nada mais é, do que uma ferramenta que aproxima o eleitor do candidato durante o período da campanha. Além do voto nas eleições que acontecem em 7 de outubro, a doação é uma forma de cobrar as promessas de campanha do seu candidato", comenta.

O consultor político orienta ainda que, além do apoio do financiamento coletivo nas eleições, os candidatos devem fazer uma série de "lições de casa" na hora de vingar o pleito eleitoral. Entre elas, o planejamento da campanha que reflete na vitória ou na derrota.

Para começar, o candidato precisa formar uma equipe de trabalho e começar a treiná-la. Possuir um conselheiro político estratégico, chefe de campanha, um administrador de recursos humanos, materiais e financeiros. Além do mais, é importante compor na equipe, um advogado especializado na área eleitoral e um coordenador político.

"Para finalizar, é importante fazer uma pesquisa para saber qual o slogam/bandeira que dará norte na campanha. Não se deve esquecer que Mato Grosso é um território muito grande e que o candidato precisa regionalizar território eleitoral e fazer cálculo de quantos votos tem a possibilidade em conseguir por cada fragmentação do território. Feito isso, você terá um mapa de sua campanha, dividido em regiões. Para pesquisa, isso é ótimo".

 

Com avanço da tecnologia, não se fala mais de mídias digitais, tudo é propaganda. "E, neste pleito, mais do que nunca será fundamental. É preciso uma administração profissional e full time, pois são diversas ferramentas com características diferentes, e só com uma equipe nesse segmento, o candidato conseguirá um bom resultado. Organize bem um formato de distribuição de material, não tenha medo de pedir voto, criatividade é essencial e para finalizar não deixe a peteca cair, todo esse processo tem que ser crescente".

Cláudio Cordeiro

Publicitário/Marqueteiro/Advogado

Publicista do Festival Internacional de Propaganda-ALAP

Diretor da Gonçalves Cordeiro

Membro da ABCOP/FENAPRO/SINAPRO-MT

 


fonte: por Claudio Cordeiro


fonte: por Claudio Cordeiro

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
Juba Supermercados
dunga
areeira monte verde
prisma 2
Contec Contábil
jane
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites