Expediente Anunciar Contatos Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

unopar topo

Pastorello defende o nome de Carlos Alberto Maldonado para a Unemat
Data:21/05/2018 - Hora:13h08
Pastorello defende o nome de Carlos Alberto Maldonado para a Unemat
assessoria

A vontade da comunidade acadêmica deve prevalecer

 

 

 

Depois de ter sido votado, no dia 07/05, na Câmara Municipal de Cáceres, uma indicação para que o Governador Pedro Taques mantenha o veto ao nome de Carlos Alberto Reyes Maldonado para a Unemat, Pastorello (Solidariedade) veio às redes sociais para justificar seu voto contrário à indicação.

“O nome de Maldonado para a Unemat foi uma decisão do CONSUNI, em 2016, quando foram ouvidos professores, acadêmicos e técnicos, de todos os campi da Unemat. A aprovação foi unânime. A partir dali chegou a ser anunciado que o nome havia mudado. Porém, a mudança dependia de um projeto de lei, que foi apresentado na Assembleia e vetado pelo governador, por vício de iniciativa. Já que foi só um vício de iniciativa, que o Governador Pedro Taques encaminhe à Assembleia Legislativa o projeto, e faça prevalecer a vontade da comunidade acadêmica,” explica o vereador Cézare Pastorello.

Pastorello ainda diz que a UNEMAT, agora completando 40 anos, foi construída a muitas mãos, e que batizá-la com o nome de Maldonado não é desmerecimento nenhum para os outros que ainda a estão construindo.

“Beto Maldonado (como era chamado) foi muito mais que um professor na Unemat. Ele tem uma imagem que se confunde com a própria instituição. Maldonado foi o homem da Unemat, da Carta da Terra, da Unesco, da democratização do ensino superior... Uma figura ímpar que criava admiradores pela sua simples presença. Não por acaso, a Medalha de Honra ao Mérito Educacional, maior honraria concedida a pessoas e instituições com destaque na educação, com, no mínimo, 25 anos de resultado, leva o nome de Carlos Alberto Reyes Maldonado. Ou seja, ele é reconhecidamente um destaque, e o nome dele na nossa Universidade não é uma homenagem a ele, mas, uma homenagem às pessoas que poderão ter conhecimento da sua vida,” enfatiza o vereador.

“Às vésperas da comemoração dos 40 anos da Unemat, seria muito bom termos essa lei já apresentada pelo Governador e aprovada, uma vez que ambos serão homenageados. Pessoalmente, eu penso que seria muito constrangedor termos as homenagens feitas ao professor Maldonado, e serão muitas, na presença do Governador que ainda guarda a imagem do veto. Entendo as razões do veto, de ordem técnica, mas, acredito que o executivo estadual terá a sensibilidade de atender aos anseios da comunidade acadêmica e validar a decisão do Consuni, ainda antes das comemorações” finaliza Pastorello.

A Assembleia Legislativa também instituiu a Comenda Carlos Alberto Reyes Maldonado, para homenagear até 5 pessoas ou instituições de 4 em 4 anos.

 


fonte: assessoria

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
água prisma 2
Juba Supermercados
São matheus
Contec Contábil
areeira monte verde
prisma 2
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites