Expediente Anunciar Contatos Sábado, 23 de Março de 2019

fapan 30 por cento banner

Cáceres registrou 56 estupros de vulneráveis e mulheres em um ano
Data:11/03/2019 - Hora:12h44
Cáceres registrou 56 estupros de vulneráveis e mulheres em um ano
arquivo

Uma noticia preocupante na semana em que se comemora – no dia 8 de março-, o Dia Internacional da Mulher: aumentou, consideravelmente, o número de estupros de vulnerável e de mulheres em Cáceres. Ao todo foram registrados 56 casos desse tipo de violências em 2018 contra 38 em 2017. No mesmo período foram registrados 6 casos de feminicídio – 3 em 2017 e 3 em 2018 – E, o que é pior: nos dois primeiros meses de 2019 já foram registrados 5 casos de tentativas de homicídios contra mulheres.

Os dados são da Delegacia Especializada da Defesa da Mulher. De acordo com a estatística, em média, aproximadamente cinco mulheres ou menores de 14 anos, são estuprados, mensalmente, no município. Os casos são relacionados a violência doméstica. O aumento da violência contra a mulher é comprovado através dos Inquéritos Policiais. Em 2017 foram instaurados pela delegacia, 247 procedimentos. Já em 2018 esse número quase que triplicou. Foram instaurados de janeiro a dezembro 726 inquéritos.

A exemplo da violência sexual, as lesões corporais contra mulheres, também aumentaram no ano passado. Foram 449 registros no ano de 2018 contra 438 em 2017. Por outro lado, diminuíram as ocorrências de ameaças. Em 2018 foram registrados 614 casos contra 639 em 2017. Na estatística consta ainda 6 casos de feminicídio, sendo 3 no ano de 2017 e 3 em 2018. Ao todo, de acordo com levantamentos da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Segurança Pública, foram registrados no Estado 38 casos dessa natureza.

Titular da Delegacia Especializada da Defesa da Mulher, Judá Maali Marcondes diz que a maioria das agressões, assim como as tentativas de homicídios e homicídios consumados é à base de faca. E, os motivos são quase sempre os mesmos: fim dos relacionamentos. “Os homens não concordam com os fins dos relacionamentos e se julgam no direito de matar a mulher”, diz revelando que por esse motivo um homem esfaqueou a vagina da companheira. No outro caso a uma mulher levou oito facadas no corpo.
 
De acordo com dados divulgados no Mapa da Violência contra a mulher de 2018, organizado pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, da Câmara dos Deputados, o estado de Mato Grosso, ocupa o 2º lugar em número desse tipo de crime contra mulheres. O mapa diz que foram registrados 3,4 mil casos de estupros durante o ano de 2018. Mato Grosso, conforme os dados, só perde para São Paulo onde foram registrados 5,2 mil casos.


fonte: Sinézio Alcântara

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
Prisma
Juba Supermercados
areeira monte verde
Contec Contábil
jane
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites