Expediente Anunciar Contatos Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

cometa pais agosto

IFMT Cáceres:estudante realiza primeira defesa de TCC de MT com depósito de patente de invenção
Data:20/05/2019 - Hora:12h05
IFMT Cáceres:estudante realiza primeira defesa de TCC de MT com depósito de patente de invenção
assessoria

O estudante Leonardo Leite Fialho Junior, 23 anos, acadêmico de Engenharia Florestal do Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo desenvolveu, em pesquisa orientada pelo professor Alexandre dos Santos, doutor em entomologia, um produto que desponta como importante descoberta para os setores agrícola e florestal: bioinseticida para controle da cochonilha (Planococcus citri), uma espécie de inseto que ataca uma diversidade de plantas de importância econômica. A pesquisa resultou na primeira defesa de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Mato Grosso com depósito de patente de invenção no Instituto Nacional da Propriedade Industrial - INPI.

“Nós começamos esse trabalho em 2018, por meio de projeto de pesquisa aprovado no edital 034/2018 de fomento à inovação tecnológica do IFMT. A partir de pesquisas que vêm sendo realizadas no laboratório de fitossanidade do campus desenvolvemos uma solução bioinseticida com extratos de plantas nativas do cerrado e da mata atlântica como alternativa sustentável para o controle biológico da cochonilha”, conta Leonardo, explicando a perspectiva de proteger a ideia e desenvolver outras etapas de testes para incrementar a invenção a fim de produção em larga escala com a comprovação da viabilidade econômica do produto.

Além do depósito de patente de inovação pela característica inventiva de um produto novo que busca soluções para problemas, o estudante já acumula, no processo de conclusão do curso de Engenharia Florestal no IFMT Cáceres, com colação de grau agendada para o início do segundo semestre, outros motivos para comemorar. Ele foi aprovado em concurso público na área de engenharia florestal e também em seletivo de ingresso em mestrado, no Programa de Pós-graduação em Entomologia na Universidade Federal de Viçosa (UFV).

"A defesa do estudante Leonardo representa um marco histórico na geração de conhecimento aplicado a inovação tecnológica pelo IFMT, especialmente por esse trabalho conter o potencial de redundar em benefícios para a sociedade e o meio ambiente por substituir o uso de inseticidas químicos sintéticos. Esperamos um efeito multiplicador de iniciativas como essa, que nada mais é o desenvolvimento de projetos orientados a inovação para a solução de problemas que a comunidade e os arranjos produtivos locais enfrentam”, afirma o coordenador do projeto, o professor do IFMT Cáceres Alexandre dos Santos.

Para o docente e pesquisador  que já tem seis depósitos de patentes de produtos no INPI, os resultados conquistados estão inseridos na capacidade de instituições como IFMT de propor soluções para os problemas enfrentados pela sociedade. “Esse é o nosso dever como instituição pública de ensino, pesquisa e extensão, ou seja,  além de ser a casa dos que sabem e os que querem aprender, temos também que enxergar os problemas da sociedade e propor soluções", assinala Alexandre.

De acordo com Silvana Santos da Cruz, coordenadora da Agência de Inovação Tecnológica do IFMT, órgão ligado à Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação da instituição que deposita e acompanha o processo de pedido de patentes no INPI, o projeto desenvolvido em Cáceres é um excelente trabalho de pesquisa aplicada que deve resultar em patente com um produto a ser comercializado.

“Nós estamos muito felizes por esse momento, porque é a primeira vez dentro do IFMT e até dentro do estado que um acadêmico defende o trabalho de TCC como uma patente. E é um trabalho que a gente vem desenvolvendo para que os produtos que saem de dentro da instituição de pesquisa e extensão, sejam trabalhos aplicados na sociedade. Então a gente está muito orgulhosa por esse trabalho feito em Cáceres. Um trabalho de exemplo que mostra que é possível sim trabalhar pesquisa aplicada”, afirma Silvana ao destacar a relevância do papel do IFMT para a comunidade: “Além de formar excelentes profissionais, a gente faz pesquisa e faz extensão para sociedade”, enfatiza a coordenadora.

O Trabalho de Conclusão de Curso de Leonardo foi defendido na última semana no campus do IFMT em Cáceres em banca avaliadora composta pela professora Silvana da Cruz, o professor mestre em Ciências Florestais e Ambientais, José Renato Maurício da Rocha, além do orientador do trabalho professor Alexandre e da coorientadora a Engenheira Florestal, Isabel Carolina de Lima Santos, doutora em Engenharia Florestal. (foto superior esquerda).

 


fonte: Edna Pedro/assessoria

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
Prisma
Juba Supermercados
Contec Contábil
areeira monte verde
jane
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites