Expediente Anunciar Contatos Terça-feira, 25 de Junho de 2019

ótica e acessórios

Projeto que tramita na ALMT propõe investimento no turismo no Pantanal
Data:09/06/2019 - Hora:06h37
Projeto que tramita na ALMT propõe investimento no turismo no Pantanal
G1MT

Em trâmite na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), um projeto de lei propõe a criação de um programa para valorização e investimento no turismo no Pantanal. Entre as propostas apresentadas no projeto estão o reflorestamento dos rios que compõem o bioma, a valorização do homem e da pecuária pantaneira e a implantação de estradas parques.

A proposta é de autoria do deputado João José de Matos (MDB), o Dr. João, e já foi apresentada aos demais parlamentares no dia 23 de março.

O projeto prevê:

 

  • valorização do homem pantaneiro, a exploração do potencial turístico da região;
  • a efetiva implantação das estradas parques;
  • o tratamento 100% do esgoto dos municípios que compõem a bacia pantaneira;
  • o tratamento de resíduos sólidos reflorestamento dos rios que compõem as cabeceiras do Pantanal;
  • e a valorização da pecuária pantaneira.

 

Como justificativa, o deputado argumenta que o bioma (considerado um dos maiores potenciais turísticos do estado) está “completamente abandona pelo poder público”.

 
Fazenda na região do Pantanal no município de Cáceres (MT) — Foto: Chico Valdiner/Gcom-MTFazenda na região do Pantanal no município de Cáceres (MT) — Foto: Chico Valdiner/Gcom-MT

Fazenda na região do Pantanal no município de Cáceres (MT) — Foto: Chico Valdiner/Gcom-MT

 

As questões ambientais também são citadas como justificativa para a implantação do programa, tendo em vista que “um estudo realizado nas cabeceiras dos rios Paraguai, Sepotuba, Jauru e Cabaçal aponta que 28% dos 23 mil hectares dessas nascentes precisam urgentemente de intervenção para recuperação florestal”.

O deputado cita ainda a falta de sucesso do plano BID Pantanal, que teve as primeiras tratativas feitas em abril de 1995, pelos governos de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

 
Revoada de colhereiros e tuiuiús no Pantanal — Foto: Marcos VergueiroRevoada de colhereiros e tuiuiús no Pantanal — Foto: Marcos Vergueiro

Revoada de colhereiros e tuiuiús no Pantanal — Foto: Marcos Vergueiro

Em 2001, após reuniões, audiências públicas e acordos um decreto do então presidente Fernando Henrique Cardoso autorizava a criação do programa pantanal.

 

“Passados 18 anos da assinatura do decreto o que temos de concreto para nossa região pantaneira? Nada, absolutamente nada. Nesses 18 anos a situação piorou, a pressão antrópica aumentou, a população cresceu, consequente aumentou a produção de esgoto não tratado, de lixo, o abastecimento de água continua precário, a utilização de agrotóxicos maior, as estradas continuam em situação precária”, declara o deputado.

 

O parlamentar propõe ainda que autoridades de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul se unam para discutir as questões do Pantanal.

 
Filhote de onça fotografado no Pantanal em MT — Foto: José MedeirosFilhote de onça fotografado no Pantanal em MT — Foto: José Medeiros

Filhote de onça fotografado no Pantanal em MT — Foto: José Medeiros


fonte: G1 MT

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
Prisma
Juba Supermercados
jane
Contec Contábil
areeira monte verde
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites