Expediente Anunciar Contatos Quinta-feira, 09 de Julho de 2020

atacadão e jubão

Presidência da Câmara tenta impedir Pastorello participar de Comissão de Investigação
Data:23/11/2019 - Hora:17h39
Presidência da Câmara tenta impedir Pastorello participar de Comissão de Investigação
arquivo

A Mesa Diretora da Câmara tenta impedir que o vereador Cesare Pastorello (SD), presidente da Comissão de Constituição, Justiça, Trabalho e Redação (CCJ), faça parte da Comissão de Investigação que irá apurar denuncia de devolução de dinheiro por assessores a vereadores no suposto esquema que ficou conhecido na cidade com “rachadinha”.

Durante reunião, para deliberação da formação da Comissão de Investigação, realizada na quinta-feira (21/11), o presidente da Câmara, vereador Rubens Macedo (PSB) – um dos citados na denuncia -, encaminhou um requerimento, aos membros da CCJ sugerindo o impedimento de Pastorello na comissão encarregada das investigações.

Macedo diz que Pastorello seria suspeito em participar da investigação, levando em conta, ele já ter se manifestado publicamente sobre o caso.

No entendimento do presidente da Câmara, ao se manifestar, através do Jornal Expressão, sobre a possibilidade de afastar os acusados (presidente da Câmara Rubens Macedo e o vice-presidente Wagner Barone), durante as investigações, para evitar possível intimidação de testemunhas, Pastorello já teria feito pré-julgamento da denuncia.

 

Os argumentos foram acatados por, pelo menos, um dos membros da CCJ, vereador Walter Zacarkim (PTB). Porém, não prosperou. Pastorello garantiu que, em momento algum, pré-julgou. “Assim como os demais vereadores, eu sempre defendi o esclarecimento do caso. Nós devemos isso a população que nos elegeu. E, isso não quer dizer pré-julgamento”.

Além dos membros da CCJ e do assessor jurídico da Câmara, a reunião contou com a presença da vereadora Valdeníria Dutra (PSDB), autora da denuncia. O parecer da CCJ é o primeiro passo para instalação de Comissão de Investigação. Agora, uma comissão de três vereadores será sorteada, na sessão plenária de segunda-feira, dia 25.

De acordo com o Regimento Interno da Casa dos 15 vereadores, não participarão do sorteio, a vereadora Valdeníria Dutra, por ser a denunciante, e os vereadores Wagner Barone (Podemos) e Rubens Macedo (PTB) por serem os denunciados. A Comissão de Investigação terá prazo de 60 dias para apurar e dar um parecer sobre o caso. As diligências e oitivas das testemunhas devem começar na próxima semana.


fonte: Sinézio Alcântara

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
Prisma
Juba Supermercados
Contec Contábil
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites