Expediente Anunciar Contatos Sábado, 18 de Novembro de 2017

cometa azul

Espécie de sapo encontrado em MT vai se chamar Vôte
Data:05/10/2016 - Hora:10h06
Espécie de sapo encontrado em MT vai se chamar Vôte
Robson Waldemar Ávila

Amazophrynella vote foi registrada nos estados do Amazonas, Rondônia e Mato Grosso.

A anotação mato-grossense de 2009, por exemplo, é da Fazenda São Nicolau em Cotriguaçu.

O anfíbio é castanho e possui o ventre marrom-avermelhado, dorso coberto por verrugas e o primeiro dedo mais curto que o segundo.

O tamanho mediano da espécie é uma característica marcante, que causa espanto na população local.

A interjeição "vôte", de assombro, foi comumente ouvida quando os pesquisadores explicavam que os indivíduos encontrados eram adultos e não jovens. A nova espécie foi classificada pelo grupo de estudiosos liderados pelo doutor em "Biologia Geral e Aplicada" e professor da Universidade Regional do Cariri, Robson Waldemar Ávila.

artigo foi divulgado na revista científica sobre Zoologia Sistemática, Zootaxa.


As três espécies conhecidas do gênero Amazophrynella possuem comportamento reprodutivo semelhante: os ovos pigmentados e numerosos são depositadas em lagoas temporárias.

Entretanto, diferente da Amazophrynella bokermanni Amazophrynella minuta, o anfíbio recém identificado não possui o ventre brilhante ou grandes manchas – em vez disso, apresenta pequenos pontos brancos.

O inchaço lateral no pescoço também está ausente na A. vote. Os machos adultos são menores que as fêmeas e possuem garganta pigmentada. Os espécimes encontrados no município de Aripuanã – MT e do Parque Nacional das Nascentes do Lago Jari – AM possuem o dorso acinzentado, enquanto os indivíduos observados em Cotriguaçu – MT e Manicoré – AM possuem coloração marrom.


A população de A. vote está em regiões sob forte pressão de usinas hidrelétricas, extração de madeira e exploração mineral no estado do Mato Grosso. Considerando a degradação do habitat da espécie, iniciativas de conservação ambiental podem ajudar na preservação desses anfíbios. Alguns exemplos são a criação da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) na Fazenda São Nicolau e as unidades de conservação da Reserva Biológica de Jaru – RO.

Os pesquisadores apontaram também a necessidade de estudos futuros para avaliar a diversidade do gênero Amazophrynella e identificar novas espécies.

Os indivíduos observados na pesquisa científica foram depositados na Coleção zoológica de vertebrados da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e no Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA).

 


fonte: Forest Comunicação

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
Juba Supermercados
panvet
Contec Contábil
jane
prisma 2
São matheus
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites