Expediente Anunciar Contatos Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

vestfapan2018

Rotina e brigas tiram desejo sexual do homem
Data:24/05/2017 - Hora:11h45
 Rotina e brigas tiram desejo sexual do homem
IMAGEM ILUSTRATIVA

Instituto do Casal, de São Paulo, que pesquisa o comportamento sexual do brasileiro, informa que, ao contrário do que se possa imaginar, a perda do desejo sexual nos homens não está ligada à parceira, com exceções, e sim a fatores diversos, entre eles a rotina, o estresse e a brigas de casal.

São culturais as piadas sobre as escapadas das mulheres, que muitas vezes tentam se esquivar do sexo e não escondem tanto isso. Mas quanto o assunto são os homens, o tom muda e quase sempre a intenção é camuflar o problema.

Psicóloga Denise Miranda de Figueiredo, terapeuta de casais e co-fundadora do Instituto do Casal, ressalta que a falta de desejo do homem pode afetar a crença da mulher de que ela não é boa o suficiente. “Ser rejeitada sexualmente é uma das piores coisas que pode acontecer para a mulher, porque mexe com o sistema de crenças sobre si mesma. Afeta a auto-estima e a auto-confiança. Muitas podem pensar que o parceiro tem outra pessoa e por isso não as quer”, explica Denise. “Mas são diversos os motivos que podem levar o homem a evitar o sexo e a maioria não está ligada à parceira”, assegura.

Reprodução

Maioria sente vergonha e 'abafa' problema

Ela destaca que muitos homens perdem o desejo, que é a primeira fase da resposta sexual. Sem o desejo não conseguem chegar às outras duas fases, de excitação e ao orgasmo.

Nestes casos, ela orienta a procurar um médico urologista e um terapeuta para trabalhar as questões emocionais. “Na grande maioria dos casos o problema é emocional”, avisa.

Veja abaixo os mais frequentes motivos que levam os homens à falta de apetite sexual, segundo o Instituto do Casal

1 - Estresse e cansaço

Reprodução

Cansaço e muito trabalho atrapalham

Um estudo publicado pela Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica, em 2013, revelou que os principais motivos que geram diminuição do desejo sexual nos homens são o cansaço e o estresse e isso afeta, principalmente, os homens entre 30 e 39 anos.

2 - Doenças crônicas

"O diabetes e a pressão alta afetam diretamente o desejo sexual, pois levam à diminuição do calibre dos vasos sanguíneos. Com isso, o sangue circula com mais dificuldade. Consequentemente, afeta a ereção, já que para o pênis ficar ereto é necessária uma boa circulação sanguínea", explica a psicóloga,sexóloga, terapeuta de casais e cofundadora do Instituto do Casal, Marina Simas de Lima.

3 - Obesidade

Estar acima do peso impacta na autoimagem e pode, em alguns casos, devido ao excesso de pele e à gordura localizada, dar a impressão de que o pênis está escondido ou mais retraído, ou seja, existe a sensação do pênis ser visto como menor do que realmente é. Com isso, o homem pode “fugir” do sexo por se sentir constrangido.

4 - Queda nos níveis da testosterona

A partir dos 40 anos, os homens podem apresentar queda dos níveis da testosterona, hormônio ligado ao desejo sexual.
andropausa,m mais jovems níveius baixo, reposição hormonal e não tratar n]ap adianta nada

5 - Questão estética

Pênis muito grande ou muito pequeno mexe com a auto-estima e causa insegurança aos homens.

6 - Depressão

A depressão é uma das causas da queda do desejo sexual. Alguns medicamentos para tratar esta condição podem piorar este sintoma. O ideal é conversar com o médico psiquiatra para buscar medicações que não alterem a libido.

7 - Disfunção erétil/Impotência sexual

Segundo o estudo Mosaico 2.0, cerca de 32% dos homens brasileiros apresentam dificuldades para manter a ereção. O problema tem diversas causas, desde uso de medicamentos, as doenças crônicas já citadas, como também causas psicológicas. “Com medo de falhar, o homem pode evitar o sexo, por mais que goste da parceira”, explica Marina.

8 - Rotina

A rotina no relacionamento pode esfriar as coisas na cama, tanto para o homem quanto para a mulher. “Relacionamentos mais maduros, de muitos anos, tendem a deixar o sexo mais morno. É preciso investir no sexo para deixá-lo atraente. Um lugar novo, uma posição nova, um brinquedo erótico, uma lingerie. Tudo é válido”, recomendam as psicólogas.

Divulgação 

Álcool tira o foco

9 - Discussões e brigas em excesso

Não há tesão que aguente um relacionamento cheio de conflitos. Se não forem bem resolvidos podem gerar mágoas e ressentimentos que impactam no desejo sexual. “Nada de jogar a poeira para debaixo do tapete. O casal precisa resolver seus conflitos para evitar o distanciamento na cama”, comenta Marina.
terapia de casal.
essa semana uma mulher repetindo a mesma coisa sempre com os asxpectos profissionais dele, trabalho, não aguento mais ficar me cobrando cobtrano com voz de gralha
enquanto algém intemediando, abre essa possilidade

10 - Excesso de bebida alcoólica

O álcool, quando consumido em excesso e com frequência, pode levar à disfunção erétil/impotência sexual. O homem pode sentir mais dificuldade em ter ereções, mantê-las, assim como pode demorar mais tempo para ejacular.

11 - Culpa

Homens que têm disfunção erétil/impotência sexual e não tratam podem se sentir culpados por não dar prazer à parceira. Com isso, acabam evitando o sexo. Mesmo homens que não apresentam disfunção erétil, podem se sentir culpados se a parceira reclama do sexo ou se ele sente que não a satisfaz.

 


fonte: Keka Werneck

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
panvet
Juba Supermercados
Contec Contábil
prisma 2
areeira monte verde
São matheus
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites