Curvelândia decreta estado de calamidade pública por seis meses por causa da pandemia
Por G1MT
21/01/2021 - 09:07

Foto: arquivo

O prefeito de Curvelândia, a 311 km de Cuiabá, Jadison Alves de Souza (Republicanos), decretou estado de calamidade pública em razão da pandemia da Covid-19 no município, na última terça-feira (19), até o dia 31 de julho de 2021.

De acordo com o documento, o decreto é resultado dos impactos socioeconômicos e financeiros da pandemia e pode ser prorrogado, caso necessário.

"As autoridades competentes ficam autorizadas a adotar as medidas necessárias à prevenção e ao combate à pandemia", diz trecho do documento.

O município, que tem 5.219 habitantes, registrou 146 casos de coronavírus e seis mortes pela doença desde o início da epidemia em Mato Grosso, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES).

O prefeito ainda solicitará o reconhecimento do estado de calamidade por meio de mensagem encaminhada a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

O estado já registrou 4,8 mil mortes pela doença, nos dez meses de pandemia, e mais de 203 mil casos. Há 1027 pacientes internados vítimas da doença em Mato Grosso.

Carregando comentarios...

Meio Ambiente

Prefeitura de Cáceres implanta coleta seletiva

20/01/2021 - 15:19