Expediente Anunciar Contatos Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

cometa outubro rosa 2018

Dia da Água:parceria traz novo modelo de monitoramento da qualidade da água dos rios para o Pantanal
Data:22/03/2018 - Hora:13h20
Dia da Água:parceria traz novo modelo de monitoramento da qualidade da água dos rios para o Pantanal
assessoria

O Fórum Mundial da Água é maior encontro internacional sobre água e tem com objetivo promover a conscientização, visando a construção de compromissos políticos e para aprimorar a gestão e uso eficiente da água com base na sustentabilidade ambiental.

 Hoje, no dia Mundial da Água, o Instituto SOS Pantanal, participa das discussões do Comitê Bacia Hidrográfica do Miranda, que busca soluções sustentáveis para o uso da água nessa região.

No dia 21 de março de 2018, o Instituto SOS Pantanal, que também participa do encontro, vai firmou uma parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica para monitorar a qualidade da água dos rios e córregos do Pantanal.

Também foi lançado o relatório: “Observando os rios 2018: o retrato da qualidade da água nas Bacias Hidrográficas da Mata Atlântica”. O levantamento que avaliou de março de 2017 a fevereiro de 2018, a qualidade da água de 230 rios e mananciais de 102 municípios dos 17 estados do bioma e Distrito Federal.

O Pantanal é a maior planície alagável e área úmida continental do planeta.  O bioma é uma zona de transição dos meios aquático e terrestre, no qual o vai e vem da água é fator essencial de controle da riqueza e da biodiversidade. Além de ser uma rica fonte de diversos nutrientes que sustentam os fenômenos biológicos ao longo do percurso do rio Paraguai e seus tributários.

“Nossa expectativa é firmar essas novas parcerias com experiências que deram certo em outras regiões, para continuarmos nosso caminho de luta em prol de um futuro de proteção e desenvolvimento sustentável do Pantanal”, afirmou Felipe Dias.

Irão participar da mesa Sarney Filho,  Ministro do meio Ambiente, Alessandro Molon – Deputado federal e coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista, Pedro Luiz Passos, presidente da Fundação SOS Mata Atlântica, Malu Ribeiro, especialista em águas da SOS Mata Atlântica e Felipe Augusto Dias, diretor-executivo do Instituto  SOS Pantanal. 

O Instituto SOS Pantanal desde a sua criação realiza o monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do solo, na porção brasileira da Bacia do Alto Paraguai – Pantanal.

A Fundação SOS Mata Atlântica desde 1991 monitora a qualidade da água dos cursos de água, principalmente das áreas urbanas por meio de um programa que mobiliza as comunidades, possuindo hoje aproximadamente 3.500 voluntários. O Instituto SOS Pantanal terá o desafio de estabelecer o engajamento das comunidades em rios da Bacia do Alto Paraguai –Pantanal.


fonte: assessoria

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
Juba Supermercados
água prisma 2
São matheus
Contec Contábil
areeira monte verde
jane
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites