Expediente Anunciar Contatos Sexta-feira, 14 de Agosto de 2020

unimedserviços

Barone insinua que vereadora usou dinheiro de facção na campanha; Valdeníria vai acionar a justiça
Data:17/12/2019 - Hora:10h14
Barone insinua que vereadora usou dinheiro de facção na campanha; Valdeníria vai acionar a justiça
arquivo

Para se defender das críticas, o vereador Wagner Barone (Podemos), autor do requerimento que pediu a cassação dos vereadores Cesare Pastorello (SD) e Valdeníria Dutra Ferreira (PSDB) fez uma grave insinuação contra a vereadora. “A senhora sabe que, alguém que antes era ligada a senhora, comentou nesta Casa que o dinheiro usado em sua campanha (para deputada) vinha de facção” disse assinalando ainda que “quem anda com porcos acaba enlameado”.

Se referindo a denúncia feita pelo seu ex-assessor, Alander do Carmo Rios, no caso do suposto esquema da divisão do salário do adicional noturno, Barone expôs novo fato sobre o escândalo. “O Rubens Macedo não poderia estar envolvido e a senhora sabe quem, exigiu que o nome dele fosse citado na denuncia. Espero que a senhora tenha a sensatez a honra”.  Barone disse ainda que “tudo o que está acontecendo na Câmara tem motivação política”.

Inconformada a Valdeníria diz que irá acionar judicialmente o vereador Barone para que ele prove as insinuações que fez. “Ele vai ter que provar na justiça o que falou” diz acrescentando que “minha prestação de contas foi aprovada e está à disposição de quem interessar. Nela se pode saber de onde eu recebi e onde gastei centavo por centavo. Não recebi de facção alguma. Não tenho nada a esconder”.

Além do vereador Wagner Barone, Valdeníria diz que irá ajuizar ação contra os vereadores Valter Zacarkim (PTB) e Elza Basto (PSD), relator e membro da CCJ, respectivamente, por taxá-la de “intrometida e indecorosa” no parecer que propuseram o arquivamento do requerimento feito por ela, solicitando a criação da Comissão de Investigação do caso “rachadinha”.

“Sou mãe de família, tenho serviços prestados e honra. Não posso me calar diante de uma acusação como essa” justificou.

O pedido de cassação dos vereadores Cesare Pastorello e Valdeníria Ferreira será decidido pela Mesa Diretora.

A decisão foi tomada, durante a sessão, pela direção da Câmara. No momento, os vereadores de oposição não concordaram que o vereador Wagner Barone, autor do pedido, acrescentasse, após a apresentação do requerimento, dois CDs que, segundo ele, constariam as provas contra os acusados.


fonte: Sinézio Alcântara

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
Juba Supermercados
Contec Contábil
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites