Expediente Anunciar Contatos Quinta-feira, 20 de Junho de 2019

coc topo

Balanço de visitas aponta sucateamento da saúde pública de MT
Data:05/06/2019 - Hora:09h26
Balanço de visitas aponta sucateamento da saúde pública de MT
assessoria

Os deputados estaduais já fizeram sete visitas, entre capital e interior

 

 

Após visitas a sete unidades de saúde pública de Mato Grosso, o deputado estadual Dr. Gimenez (PV) avalia que, de um modo geral, a estrutura de atendimento à população está sucateada e com profissionais trabalhando em condições precárias. Ele é um dos quatro médicos que integram a comissão de saúde da Assembleia Legislativa (ALMT).

Dr. Gimenez disse estar perplexo com a desativação de um setor inteiro de imagens do Centro de Estadual de Referência em Média e Alta Complexidade (Cermac), localizado no centro de Cuiabá. A constatação ocorreu durante uma inspeção realizada na manhã desta terça-feira (04), juntamente com os demais parlamentares da comissão e a equipe de direção.

“O cidadão fica desassistido e tem que migrar para outras instituições para a realização de exames como raio-X e ultrassonografia, ou ficar sem tratamento. A situação compromete acompanhamento a doenças graves, como a tuberculose”, pontua o deputado que atua há 41 anos como médico da família.

Sem manutenção adequada há pelo menos 16 anos, o centro de referência tem vários setores funcionando parcialmente ou fechados. Também apresenta problemas estruturais no pátio, no teto e nas paredes, com gambiarras de energia elétrica expostas em várias salas e corredores. Em razão dos problemas, profissionais tiveram que migrar para outros setores ou unidades.

O problema mais crítico, na avaliação do parlamentar, é encontrar médicos especialistas altamente qualificados subaproveitados pelo Estado. Eles são necessários na saúde pública para o atendimento a uma demanda crescente de pacientes em áreas como dermatologia, hematologia, DST/Aids e pneumologia.

“A tendência é que situação fique ainda mais crítica porque do quadro de 31 médicos especialistas, 12 estão em vias de se aposentar, o que vai emperrar ainda mais o funcionamento da saúde estadual, que não tem concurso público para contratação de especialistas há mais de 17 anos. Ver tudo isso de perto é muito deprimente”, desabafa o deputado.

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, que possui quatro médicos de especialidades diferentes e de várias regiões do Estado, também já visitou a rede estadual de saúde em Cáceres, Barra do Bugres, Água Boa, Rondonópolis, Várzea Grande e Hospital Adauto Bolheto, em Cuiabá.

O objetivo das visitas é construir política de saúde pública junto com o governo do Estado, gerando alternativas mais eficientes e humanizadas. “Nós verificamos que o atendimento melhorou muito nos locais onde o Estado voltou a administrar e queremos essa mesma atenção com as demais unidades, afinal, o cidadão paga impostos e precisa de retorno desse investimento, sobretudo na saúde, que é uma área prioritária”, avalia Dr. Gimenez. 


fonte: assessoria

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
Prisma
Juba Supermercados
jane
Contec Contábil
areeira monte verde
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites