Expediente Anunciar Contatos Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

atacadão e jubão

Treze candidatos disputam vaga para Conselho Tutelar domingo em Cáceres
Data:02/10/2019 - Hora:10h20
Treze candidatos disputam vaga para Conselho Tutelar domingo em Cáceres
reprodução

No dia 6 de Outubro acontece a eleição para o Conselho Tutelar de Cáceres, nas dependências do Departamento de Letras da Unemat, no Cavalhada II. O pleito que será disputado por 13 candidatos, acontece das 8h00 as 17h00 e todo eleitor que estiver quites junto ao TRE poderá votar, sendo necessário, estar portando o título de eleitor atualizado com a biometria e um documento com foto.
 
Para a promotora de justiça Taiana Castrillon  Dionello, que atua na defesa da Criança e do Adolescente, a participação popular é muito importante, pois além de ser um exercício dos direitos de cidadania, é o momento das pessoas escolherem aqueles que melhor poderão zelar dos direitos da criança e do adolescente.
 
Kelly Novakc,  presidente do CMDCA, enaltece que o papel do conselheiro é fundamental no acompanhamento e fiscalização das ações garantindo os direitos estabelecidos no ECA.
 
Confira abaixo um mini currículo elaborado no dia 29, visando aos eleitores conhecer um pouco da vida de cada candidato.
 
Ana Rosa Rodrigues - Nº 04: Desejo dar continuidade ao trabalho preventivo junto às escolas e toda comunidade do município.  Tenho trabalho prestado na área da infância a mais de 8 anos, bem como um desejo enorme em ver nossas famílias cacerenses longe do contexto de vulnerabilidade, tendo acesso ao conhecimento de todos os direitos e deveres enquanto cidadãos e assim protegendo com êxito nossas crianças e adolescentes.
 
Jane Rodrigues da Cruz Marques - N° 29: Me candidatei como conselheira tutelar com objetivo de colaborar com a sociedade, prestando serviço que venham ao encontro das necessidades das famílias em especial atingindo nossas crianças e adolescentes,  visando um trabalho preventivo nas escolas e nas comunidades.
 
Rosana da Cruz Alves - Nº 11: Sou professora e Tenho em mim a vontade de continuar mostrando o amor q tenho para  nossas crianças e adolescentes, pois tenho a experiência e um rico aprendizado ao ensinar. E ver a alegria dos nossos pequenos é o que me alegra e faz com que continue permeando por este caminho que não é fácil mas que precisa de alguém que ama o que faz. Quero lutar pela defesa e fazer valer os direitos. Eu abraço essa causa e acredito em um futuro melhor para cada criança e adolescente que esteja passando por alguma vulnerabilidade.
 
Cláudio Francisco de Assunção Filho (Tenório) - Nº 13: Bacharel em serviço social, coreógrafo, ator, autor, compositor, produtor cultural, humorista. Estou como Conselheiro Tutelar tentando a reeleição Tenho 25 anos dedicados a trabalhos sociais diretamente com crianças, adolescentes e jovens na prevenção contra drogas e violência, atuei em todas as escolas estaduais e bairros desta cidade e pela grande região de Cáceres, tendo meus trabalhos reconhecidos e premiados pela Unesco do Brasil e Ministério da Cultura. Gosto do que faço tenho experiência de prática pretendo continuar  porque eu tenho muito ainda que lutar pelos direitos referentes a Criança e ao Adolescente, vejo na face de cada uma quando seus direitos são violados ou melhor deixam de serem  cumpridos ou quando há omissão, por isso tenho muito que contribuir para a causa.
 
Edileusa Cadidé - Nº 01: Estou como conselheira tutelar tentando a reeleição porque penso que tenho muito a contribuir com a sociedade, pois faço meu trabalho com responsabilidade, seriedade, amor, empatia e acima de tudo ética e legalidade.
 
Edileuza Silva Neves - Nº 05: Formada em Ciências Contábeis pela Unemat, 42 anos de idade, natural de Cáceres . Experiência voluntária com o social há mais de 4 anos, envolvendo famílias, crianças e adolescentes deste município. Pretendo desempenhar meu trabalho em defesa e orientação do Direito da criança e do adolescente. Concorro na eleição para o Conselho Tutelar como: Edileusa Silva.
 
Viviane Kelly - Nº 06: Bacharel em direito, venho em nosso município desde o ano de 2015 contribuindo com a resignificação e orientação de crianças, adolescentes e famílias através de projetos sociais; atualmente com mais afinco trabalhando no acolhimento institucional, nisto compreendi que elas precisam ainda mais de cuidados.  Vi sob o olhar humano os direitos delas serem violados, e isso me fez querer fazer mais, me fez querer lutar de forma preventiva, na defesa de forma contínua para que nossas crianças e adolescentes sejam sim protegidos a luz da lei. Pensando nisso me candidatei ao conselho tutelar.
 
Vivianny Campos - Nº 26 (Vivi): Assistente Social e Pedagoga, militante na luta da garantia de direitos, vejo com bons olhos o trabalho dos conselheiros tutelares em nosso município, conheço essa política,  pois já estive atuando nela. Sendo assim, desejo desenvolver uma ação mais próxima com as instituições que compõem a rede de proteção à criança e adolescente, no sentido de otimizar os atendimentos, seja na prevenção ou na violação de seus direitos fundamentais, buscando uma estrutura alinhada e fortalecida, entendo que se conseguirmos estreitar esse laço institucional poderemos melhor diagnosticar, prevenir e intervir no caso de danos.
 
Niuara Artiaga - N° 24: Licenciada em História e Bacharel em Serviço Social, com pós graduação em Gestão Pública e em Gestão do Sistema Único da Assistência Social. Possuo experiência profissional na proteção integral de crianças e adolescentes ao desempenhar a função de orientadora social no CRAS e no CREAS. E enquanto professora do ensino fundamental e médio da rede municipal, estadual e também no setor privado de educação. Como Conselheira Tutelar quero ser uma persuasora permanente nas ações de prevenção da violação dos direitos. Nossa luta é reconceituar e ressifignicar  o Conselho Tutelar como instituição acolhedora, capaz de desenvolver um trabalho ético e responsável com as pessoas, atuando na convivência comunitária e na organização de um trabalho social junto a toda a Rede de proteção e de garantia de direitos das crianças e dos adolescentes do município de Cáceres MT.
 
Frank Viola - Nº 07: Licenciado em Educação Física e Graduando em Direito pela Unemat, busco como conselheiro exercer os conhecimentos adquiridos nesta Graduação e atuar de forma conjunta a sociedade e o Sistema de garantia de direitos, de modo a buscar as soluções mais adequadas aos casos de nossa competência, partindo da ideia de que a família deve ser protegida e aconselhada, pois é nela que o melhor desenvolvimento do indivíduo se concretiza.
 
Cleomar Ribeiro - N°20: Gestor Público, militante dos Direitos humanos há mais de 17 anos. Sou associado no  Movimento Nacional de Meninas e Meninos de Rua (MNMMR) e da Sociedade de Promoção dos Direitos Humanos (SPDH). Também exerci funções em movimentos Populares e Sociais como: Conselho Municipal da Educação; Conselho Municipal do Meio Ambiente; Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente; Presidente Municipal da União da Juventude Socialista (UJS); Coordenador Municipal do Movimento Nacional de Meninas e Meninos de Rua (MNMMR). Atualmente estou como Conselheiro Tutelar. Aceitei o desafio de concorrer novamente a uma vaga para o Conselho Tutelar, pois acredito que tenho muito a contribuir para assegurar a criança e ao adolescente com absoluta prioridade o direito à vida à saúde à alimentação à educação ao lazer a cultura à dignidade ao respeito à liberdade e à convivência familiar e Comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade é opressão. Sendo assim, continuarei  zelando dos Direitos da Criança e do Adolescente com impessoalidade, moralidade, publicidade, eficiência e obedecendo acima de tudo aos princípios da legalidade.
 
Berê Huszcza - N°25: Quero ser Conselheira Tutelar para contribuir com meu conhecimento e zelar da melhor forma possível pelas crianças e adolescentes que estão em situação de vulnerabilidade. Comprometo-me a dar o meu melhor.
 
Renan de Assis Souza - Nº 37: Escolhi ser/candidatar ao cargo de conselheiro tutelar, por acreditar que, para termos um futuro sólido, precisamos de crianças bem cuidadas hoje. Crianças que frequentam a escola, crianças que participam de projetos sociais, livre de drogas, álcool, exploração sexual, livre de trabalho infantil, maus  tratos e muito mais. Vejo muitas crianças em áreas de vulnerabilidade e, quero contribuir para transformar a realidade de muitas crianças, pois a acredito que a educação e o diálogo tem esse poder de transformar pessoas.


fonte: Correio Cacerense

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
Prisma
Juba Supermercados
Contec Contábil
jane
areeira monte verde
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites