Expediente Anunciar Contatos Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

cometa consórcio novembro

Estética: dentistas passam a aplicar botox
Data:24/09/2016 - Hora:08h29
Estética: dentistas passam a aplicar botox
divulgação

Aprovada neste mês, uma nova resolução do Conselho Federal de Odontologia (CFO) permite que os dentistas passem a aplicar a toxina botulínica, mais conhecida como botox, também para fins estéticos. Antes, a toxina só podia ser usada pelos profissionais da área para fins terapêuticos. 

Há anos, a toxina é usada para disfarçar rugas de expressão e flacidez no rosto, mas utilizada também no tratamento odontológico para a resolução de casos de sorriso gengival, tratamento do bruxismo e dores de cabeça de origem odontológica, entre outros. O botox age paralisando o músculo, devolvendo-lhe o estado de normalidade. 

O procedimento é considerado seguro e não há nenhum comprometimento motor da boca. É um tratamento simples, eficiente, feito em questões de minutos com agulha fina (como a usada para aplicar insulina) e com alto grau de satisfação relatado pelos pacientes. 

“Fui fazer um tratamento dentário e fui convencido a aplicar o botox para tirar as rugas que ficam ao lado dos meus olhos. Gostei muito do resultado, que já podia ser notado minutos depois da aplicação”, disse o técnico em óptica, Flávio Custódio, de 43 anos, que preferiu não revelar o valor pago pelo procedimento. 

De acordo com o presidente do Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso (CRO-MT), Luiz Evaristo Ricci Volpato, a aplicação de toxina botulínica está no rol das atribuições do cirurgião-dentista desde 2011, quando o CFO aprovou a resolução que permitia seu uso para fins terapêuticos. 

Desde então, conforme ele, muito se avançou acerca do tema. Com isso, a partir da publicação da resolução por parte do CFO, o que ocorreu nesta última sexta-feira, a aplicação de botox, tanto para fins estéticos como para tratamento, desde que na região da face, poderá ser feita nos consultórios odontológicos. 

“Por possuir conhecimento sobre as estruturas da cabeça e pescoço, o cirurgião-dentista pode realizar procedimentos na face e na cavidade oral de forma segura com a aplicação da toxina botulínica – desde que possua qualificação e conhecimento sobre sua utilização", explicou. 

Até então, a aplicação de toxina botulínica podia ser realizada pelos cirurgiões-dentistas, desde que para fins terapêuticos funcionais. O uso do botox pode auxiliar no tratamento de bruxismo, hipertrofia do masseter, disfunções da ATM, sialorreia (excesso de salivação) e em implantes de carga imediata. 

Pacientes que ao sorrirem mostram a gengiva em excesso, o chamado sorriso gengival, também podem ser beneficiados. Nesse caso, uma pequena aplicação no músculo interno do buço, responsável por tracionar o lábio superior para cima, impede que ele suba e, mantendo-se no lugar, expõe menos a gengiva. A melhora do quadro é notória e não há perda de sensibilidade no lábio superior, nem a sensação de face paralisada. 

Mas, assim como acontece quando usada pela medicina, a toxina botulínica na odontologia também tem duração média de seis meses e precisa ser reaplicada para continuidade do bom resultado. Além disso, é importante que a pessoa procure uma profissional de confiança e devidamente habilitado no CRO. 

 


fonte: Diário de Cuiabá

»     COMENTÁRIOS
 
\\ PUBLICIDADE
panvet
água prisma 2
areeira monte verde
prisma 2
jane
Contec Contábil
\\EDITORIAIS
  • Agronegócio
  • Anúncios e Comunicados
  • Artigos
  • Cidades
  • Cultura
  • Economia
  • Educação
  • Esporte
  • Gastronomia
  • Geral
  • Humor
  • Meio Ambiente
  • Polícia
  • Política
  • Pontos Turísticos
  • Saúde e Bem Estar
  • Social
  • Utilidade Pública
  • Variedades
  • Galeria de imagens
  • Diário de Cáceres 2014 Copyright © Todos direitos reservados Desenvolvimento de sites